01/08/2016
Como escolher um coach executivo?
 
O trabalho de coach executivo está relacionado ao desenvolvimento humano, à aquisição ou desenvolvimento de habilidades, conhecimentos, comportamentos ou modelos mentais. A profissão de coach é mais antiga do que a maioria acredita e encontraremos exemplos nas artes, nos esportes, nas terapias, na medicina e na academia, entre tantas áreas, muito antes de chegar ao meio corporativo.

Com a popularização do trabalho de coaching, surgiu uma indústria. Hoje, há uma grande oferta de cursos de formação, entidades certificadoras, consultorias e consultores independentes. A sensação é que há tantos coaches quanto motoristas do Uber. Então, como escolher um coach em um mercado tão congestionado? Como distinguir música de ruído? Como escolher o profissional que realmente poderá ajudá-lo?

O cliente

O primeiro passo não diz respeito ao coach, mas ao cliente que deseja contratá-lo. Algumas questões a considerar antes de chamar um coach:

• O que desejo alcançar com o trabalho de coaching (Mudança de comportamento? Como ser um líder mais efetivo? Melhoria de relações? Desenvolvimento pessoal? Integração trabalho-vida? Transição?) Qual é o resultado final esperado?
• Que papel espero do meu coach? (Apenas coaching? Combinação de coaching e counseling? Combinação de coaching e mentoring?)
• Que estilo de coach procuro? Alguém mais desafiador? Acolhedor? Formador?
• Qual é o grau de experiência desejado? Precisa conhecer a minha indústria ou setor? Precisa de experiência executiva?
• Qual grau de similaridade ou diferença gostaria que o coach tivesse comigo?
• Qual é a minha disponibilidade de tempo e energia para colocar em prática as mudanças identificadas no trabalho de coaching?

Seleção do coach

O trabalho de coaching é efetivo quando se forma uma parceria entre cliente e coach. E isso depende da química entre as duas partes. Você precisa ter confiança e se sentir confortável para compartilhar suas histórias, pensamentos, preocupações, frustrações e resultados alcançados com o seu coach.

É recomendável que você entreviste diferentes profissionais para ter uma visão ampla, comparar alternativas, e escolher o coach com o qual tenha maior empatia.

O ponto de partida deve ser as perguntas propostas no início. O seu coach deve se enquadrar no seu projeto de desenvolvimento. O trabalho é liderado por você em função da sua agenda, suas motivações e intenções.

Critérios para a seleção:

a) Formação, experiência e métodos de trabalho

Um coach bem preparado possui embasamento teórico e um processo claro de trabalho, resultante de uma formação sólida e prática comprovada. Procure saber qual é o nível de certificação do seu coach e como se mantém atualizado.
Um coach executivo eficaz possui experiência em uma ampla gama de temas, incluindo assessments, gestão da mudança, educação e desenvolvimento de adultos, desenvolvimento de liderança, gestão de desempenho, comportamento organizacional e dinâmica de equipes, além de experiência empresarial.

Peça para que o coach descreva um caso típico no qual usou diferentes abordagens e métodos para ajudar no desenvolvimento de um cliente. Solicite, inclusive, que relate casos de insucesso. Um bom coach faz reflexão sobre o seu trabalho e mantem-se em constante estado de aprendizado.
Peça ao coach que lhe dê algumas referências sem que haja problemas de confidencialidade. Coaches executivos não terão dificuldade de indicar representantes de empresas clientes que possam falar sobre o seu trabalho.

b) Ética e confidencialidade.

Um bom coach esclarece os limites do trabalho no início. Um coach executivo contratado por uma empresa deve esclarecer os diferentes papéis (coach, cliente, patrocinador/chefe e RH), como será o tratamento das informações, o uso de instrumentos de assessment e orientação do trabalho, assim como definir como os conflitos de interesse serão tratados (ex: se o cliente quiser sair da empresa e usar o trabalho de coaching para prepará-lo para entrevistas. Qual é o limite?).

Se você pretende custear o trabalho com um coach que realiza serviços para a empresa na qual você trabalha, é fundamental que a relação seja claramente definida. Em geral, coaches com contratos empresariais não devem assumir trabalhos pagos por funcionários da empresa contratante por questões de conflito de interesses.

Um bom coach deve seguir as normas éticas da instituição certificadora e atender completamente às leis da localidade onde atua. Entenda as normas éticas do coach. Procure questionar quais são os limites do seu trabalho.

c) Presencial ou à distância?

A maioria dos coaches dirá que sessões à distância, por videoconferência ou telefone, são tão eficientes quanto as sessões presenciais. Certamente, o trabalho de coaching pode ser realizado à distância, mas há limitações.
O trabalho presencial permite ao coach uma melhor observação do cliente e um engajamento mais completo. O coaching feito à distância limita as possibilidades de exercícios, inclusive os físicos e sensoriais.
Coaches dão preferência ao atendimento à distância por apresentar vantagens logísticas e econômicas. Procure um coach que lhe dê flexibilidade no atendimento e potencialize suas possibilidades de desenvolvimento.

Perguntas para explorar com o seu potencial coach:

1. Fale-me sobre você. Conte-me a sua história, como e por que você se tornou um coach?
2. Há quanto tempo você trabalha como coach? Quantos clientes você já teve? Qual é o nível típico de seus clientes?
3. Você pode descrever sua filosofia de coaching?
4. Conte-me sobre o seu processo de coaching.
5. Você pode descrever a estrutura e o conteúdo de uma sessão de coaching típico?
6. Com que frequência acontecem os encontros? Quanto tempo deve durar o trabalho?
7. Quais ferramentas ou assessments você usa?
8. Você pode descrever outros trabalhos que você teve e os resultados que os seus clientes alcançaram?
9. Como você faz para e atualizar?
10. Como é que vamos estabelecer metas de desenvolvimento e como podemos medir o progresso?
11. Como você lida com a confidencialidade? Como você trata as diferentes partes?
12. Como será o envolvimento do meu chefe? E de RH?
13. O que mais devo saber?

O trabalho de coaching é uma das atividades mais poderosas e efetivas no desenvolvimento de executivos. A seleção de um coach é um processo crítico ao sucesso do trabalho e, por vezes, demorado. Certifique-se de dedicar o tempo adequado para encontrar um indivíduo que tenha as habilidades e abordagem que funcionem para você e suas necessidades. Os resultados de um bom trabalho de coaching são duradouros. Faça sua escolha com cuidado.

Felipe Paiva é sócio da Artisan Consultoria. Mestre em Consulting & Coaching for Change pela HEC-Paris/Universidade de Oxford, certificado em coaching pela Universidade de Columbia. Contato: felipe@artisanconsultoria.com